quinta-feira, 4 de março de 2010

Noctívaga



Admiradora da noite
perco-me olhando as estrelas,
ouço-me no silêncio da madrugada,
enxergo o que me convém no escuro ao meu redor,
culpo-me na solidão dos meus pensamentos.
E ao emergir do sol,
permito-me imergir em sonhos.

13 comentários:

  1. Viver é um grande exercício de humildade e desprendimento.
    Deixemos nos de permitir a FELICIDADE

    Muito bom o texto! abraço

    ResponderExcluir
  2. Parabns pelas palavras.
    A fotografia está de acordo com o texto.
    Sucesso.

    ResponderExcluir
  3. todos somos assim em certo ponto da vida

    o que escuta da sua mente?
    o que vê com olhos de coruja?

    escuta a voz dizer: inocente?
    vê a placa: absolvida?

    belo poema
    mis uma vez, obrigado pelo selo rs

    ResponderExcluir
  4. Bela homenagem aos guardas-noturnos.

    =D

    ResponderExcluir
  5. post meio down. ja tive uma fase assim. é legal, mas em certos aspectos a luz do dia também tem sua alegria

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o texto.
    Pequeno, simple e direto.
    Agradeço a visita no meu blog o
    "SARAU DOS ÉTERES".
    T+

    www.sarau2eteres.blogspot.com
    www.comdestaque.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Mais profundo só o oceano
    palavras intensas que acertam a alma
    parabens

    ResponderExcluir